6 de março de 2015

É ISTO.



Nicolau Santos, Expresso Diário de 6/3/2015